O Natal em Portugal: tradições que perduram

Na época de Natal vive-se um ambiente de celebração e os momentos mais importantes são os que reavivam o espírito de comunhão e partilha. BIKE MY SIDE AND ENJOY THE RIDE | BLOG DE LAZER E VIAGENS POR CÁ

Na época de Natal vive-se um ambiente de celebração e os momentos mais importantes são os que reavivam o espírito de comunhão e partilha entre familiares e amigos, onde o estar à mesa de jantar para a Consoada é um dos momentos mais marcantes. 

Os pratos típicos da Consoada e os doces da época ainda mudam um pouco de região para região, de Norte a Sul de Portugal, mas tendem a ser cada vez mais parecidos.

Tradicionalmente, as famílias reúnem-se no dia 24 de Dezembro e à mesa do jantar come-se o Bacalhau da Consoada ou o polvo cozido, servido com ovo, batata e couve portuguesa cozida, embora o peru ou o galo assado e outros pratos de carne que eram saboreados nos dias seguintes já comecem igualmente a integrar as ementas.

bacalhau-cozido-consoada-de-natal

Para a sobremesa, não falta o Bolo-rei, o Bolo Rainha, recheado com frutas cristalizadas ou com frutos secos, além dos deliciosos fritos tradicionais: as filhós, os sonhos, as rabanadas, o arroz doce e as azevias de batata-doce e gila, principalmente no Algarve.

rabanada

À meia-noite, celebra-se a Missa do Galo e nas igrejas, bem como nas casas, há um lugar especial para o presépio, a recriação do estábulo onde nasceu Jesus Cristo, uma ideia de São Francisco de Assis no séc. XIII, bastante habitual em Portugal.

No Algarve, a preparação do presépio tradicional começa no dia 8 de Dezembro, na festa de Nossa Senhora da Conceição, onde são semeados trigo, aveia, cevada, lentilhas, milho, e outras sementes que mal germinem vão ornamentar o altar. As laranjas, colocadas no presépio, não são apenas para ornamento, mas também para oferecer aos amigos. Nove dias antes do Natal, prepara-se a casa para armar o presépio. Em cima de uma cómoda, coloca-se um pequeno trono em escadaria, que imita o altar-mor da igreja.  No dia de Reis, as searinhas são transplantadas, com votos de boas colheitas para o ano novo que se aproxima.

Presepio

Nalgumas regiões, como em Bragança, Guarda ou Castelo Branco, ainda se queima um madeiro durante a noite, numa grande fogueira no adro da Igreja que serve de ponto de encontro para reunir amigos e vizinhos e desejar um Feliz Natal.

queima do madeiro na aldeia de Sta Margarida

No dia 6 de janeiro, no Dia de Reis, as festas terminam com as “Janeiras”. Na rua ou em monumentos e igrejas, ouvem-se estes cantos tradicionais para desejar votos de um Bom Ano.

natal-portugal

Já agora, quais são as tradições de Natal da sua região?

 

Advertisements

Author: Bike my Side and enjoy the ride

Discover Lisbon and the Algarve with amazing photos and stories. A unique and wonderful journey, a different look, authentic and genuine to the sights, sounds, flavours, colors of two of the most iconic tourist destinations in Portugal. Let yourself be guided by breathtaking landscapes and dare to know the most famous insider secrets of our local lifestyle TRAVEL AND LEISURE BLOG PORTUGAL

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s