O Natal em Portugal: tradições que perduram

Na época de Natal vive-se um ambiente de celebração e os momentos mais importantes são os que reavivam o espírito de comunhão e partilha entre familiares e amigos, onde o estar à mesa de jantar para a Consoada é um dos momentos mais marcantes. 

Os pratos típicos da Consoada e os doces da época ainda mudam um pouco de região para região, de Norte a Sul de Portugal, mas tendem a ser cada vez mais parecidos.

Tradicionalmente, as famílias reúnem-se no dia 24 de Dezembro e à mesa do jantar come-se o Bacalhau da Consoada ou o polvo cozido, servido com ovo, batata e couve portuguesa cozida, embora o peru ou o galo assado e outros pratos de carne que eram saboreados nos dias seguintes já comecem igualmente a integrar as ementas.

bacalhau-cozido-consoada-de-natal

Para a sobremesa, não falta o Bolo-rei, o Bolo Rainha, recheado com frutas cristalizadas ou com frutos secos, além dos deliciosos fritos tradicionais: as filhós, os sonhos, as rabanadas, o arroz doce e as azevias de batata-doce e gila, principalmente no Algarve.

rabanada

À meia-noite, celebra-se a Missa do Galo e nas igrejas, bem como nas casas, há um lugar especial para o presépio, a recriação do estábulo onde nasceu Jesus Cristo, uma ideia de São Francisco de Assis no séc. XIII, bastante habitual em Portugal.

No Algarve, a preparação do presépio tradicional começa no dia 8 de Dezembro, na festa de Nossa Senhora da Conceição, onde são semeados trigo, aveia, cevada, lentilhas, milho, e outras sementes que mal germinem vão ornamentar o altar. As laranjas, colocadas no presépio, não são apenas para ornamento, mas também para oferecer aos amigos. Nove dias antes do Natal, prepara-se a casa para armar o presépio. Em cima de uma cómoda, coloca-se um pequeno trono em escadaria, que imita o altar-mor da igreja.  No dia de Reis, as searinhas são transplantadas, com votos de boas colheitas para o ano novo que se aproxima.

Presepio

Nalgumas regiões, como em Bragança, Guarda ou Castelo Branco, ainda se queima um madeiro durante a noite, numa grande fogueira no adro da Igreja que serve de ponto de encontro para reunir amigos e vizinhos e desejar um Feliz Natal.

queima do madeiro na aldeia de Sta Margarida

No dia 6 de janeiro, no Dia de Reis, as festas terminam com as “Janeiras”. Na rua ou em monumentos e igrejas, ouvem-se estes cantos tradicionais para desejar votos de um Bom Ano.

natal-portugal

Já agora, quais são as tradições de Natal da sua região?

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s